Comando negocia com BB nesta quinta. Sem avanços, bancários vão à greve - Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região
Home » Notícias » Comando negocia com BB nesta quinta. Sem avanços, bancários vão à greve
Em 23/09/2010

Comando negocia com BB nesta quinta. Sem avanços, bancários vão à greve

Comando negocia com BB nesta quinta. Sem avanços, bancários vão à greve

O Comando Nacional dos Bancários, assessorado pela Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, realiza nesta quinta-feira 23 a terceira rodada de negociações da pauta específica com o Banco do Brasil, quando deverá apresentar uma proposta global para as reivindicações do funcionalismo. A negociação será na Superintendência do BB em São Paulo, às 16h.

"Esperamos que o BB apresente proposta decente para todas as cláusulas da nossa pauta específica de reivindicações, que possa ser avaliada nas assembleias", adverte Eduardo Araújo, diretor do Sindicato de Brasília e coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários.

As cláusulas da pauta de reivindicações da Campanha Nacional dos Bancários 2010 que são comuns a toda a categoria - como por exemplo índice de reajuste e combate ao assédio moral e às metas abusivas - estão sendo negociadas pelo Comando com a Fenaban, que representa todos os bancos, inclusive o BB.

As principais reivindicações específicas do BB, aprovadas pelo 21º Congresso Nacional dos Funcionários realizado entre 28 e 30 de maio, são as seguintes:

- Aumento do piso do PCS e crescimento horizontal nas comissões do PCC, com incorporação anual das gratificações de função.

- Fim dos descomissionamentos com base em uma única avaliação de desempenho, transferindo-se essa alçada exclusivamente para a Gepes.

- Jornada de 6 horas para todos os cargos técnicos, sem redução de salários.

- Completar a isonomia, com a concessão da licença-prêmio.

- Fim da Lateralidade e dos desvios de função, com a volta das substituições para todos os cargos.

- Indenização da Gratificação Variável para os incorporados do Banco Nossa Caixa e desmembramento das verbas salariais incluídas no VCPi de todos os incorporados.

- Ampliação do número de caixas em todas as agências e efetivação dos substitutos.

- Garantia da comissão e dos benefícios para os afastados por licença-saúde, para todo o período de afastamento.

- Eleição de representante dos funcionários para o Conselho de Administração.

- Fim das metas abusivas, das cobranças individuais e dos rankings de produtividade.

- Fim da terceirização do serviço bancário.

- Fim do correspondente bancário.

- Vincular a Ouvidoria interna ao Conselho de Administração, de forma a fortalecer sua posição no combate ao assédio moral dentro do banco.



Desenvolvido por Porttal Webdesign

Topo