Pesquisa sobre corte de 5 mil empregos pelos bancos repercute no país - Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região
Home » Notícias » Pesquisa sobre corte de 5 mil empregos pelos bancos repercute no país
Em 28/01/2015

Pesquisa sobre corte de 5 mil empregos pelos bancos repercute no país

Os dados da Pesquisa de Emprego Bancário (PEB) repercutiram em todo o país. Houve notícias em jornais, sites, blogs e veículos de comunicação de entidades sindicais. O sistema financeiro nacional fechou 5.004 postos de trabalho em 2014 e manteve o alto índice de rotatividade no emprego dos anos anteriores, como mecanismo para achatar a média salarial. O desemprego no setor seria ainda mais acentuado não fosse a atuação da Caixa Econômica Federal, a única grande instituição financeira a criar vagas (2.600). Os bancos agem assim na contramão da economia brasileira, que gerou 396.993 novos em 2014. Conforme o estudo, com base nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os maiores cortes ocorreram em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais, com 1.847, 984, 857 e 587 cortes, respectivamente. O estado com maior saldo positivo foi o Pará, com geração de 290 novas vagas. "É injustificável essa eliminação de postos de trabalho num dos setores mais lucrativos da economia, ostentando os maiores índices de rentabilidade de todo o sistema financeiro internacional", afirma Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT. Confira algumas notícias publicadas: G1 Bancos cortam 5 mil postos de trabalho em 2014, diz sindicato DCI Sistema financeiro fechou mais de 5 mil empregos VEJA Bancos eliminaram 5 mil empregos em 2014, diz sindicato Diário da Manhã Bancos cortam 5 mil postos de trabalho Cidade Verde Bancos cortam 5 mil postos de trabalho em todo o país em 2014, diz sindicato InvestMax Bancos cortam 5 mil postos de trabalho em 2014, diz sindicato Fonte: Contraf

Desenvolvido por Porttal Webdesign

Topo