População negra no Brasil tem o salário rebaixado - Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região
  • »
Home » Notícias » População negra no Brasil tem o salário rebaixado
Em 20/11/2020

População negra no Brasil tem o salário rebaixado

População negra no Brasil tem o salário rebaixado

Mais uma prova da desigualdade racial no Brasil. Os trabalhadores brancos ganham, em média, 69,3% a mais do que os negros e pardos, considerando o mesmo número de horas trabalhadas. Inacreditável. 

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, do IBGE, mostrou que a remuneração média do homem não negro ficou em R$ 3.484,00, enquanto a da mulher negra foi de R$ 1.573,00 no segundo trimestre de 2020. A renda foi 54,85% menor. Em média, o homem negro recebeu um salário de R$ 1.950,00, 44,02% a menos do que os não negros e a mulher não negra ganhou R$ 2.660,00, 23,65% a menos do que os homens não negros.

O número de pessoas que se declaram de cor preta ou parda em atividades que exigem menos instrução escolar e salários mais baixos é bem maior do que de brancos. O negro é maioria na agropecuária, com percentual de 62,7%, depois na construção, com 65,2%, e nos serviços domésticos, 66,6%. Já os brancos atuam predominam em cargos nas áreas financeiras, da informação e outras atividades com rendimento superior e maior estudo. (SBBA)


Desenvolvido por Porttal Webdesign

Topo