Publicação de Bolsonaro é sinalizada pelo Instagram como notícia falsa - Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região
  • »
Home » Notícias » Publicação de Bolsonaro é sinalizada pelo Instagram como notícia falsa
Em 12/05/2020

Publicação de Bolsonaro é sinalizada pelo Instagram como notícia falsa

‘As alegações principais nessas informações são factualmente imprecisas’, diz a rede social. Veja checagem:

O presidente Jair Bolsonaro até conseguiu postar mais uma fake news em sua página do Instagram na segunda-feira 11, mas, dessa vez, teve a imagem sinalizada por conter “informação falsa” e foi desmentido por um site de checagem de notícias.

No story publicado pelo presidente, havia uma a informação de que o número de óbitos no Ceará, no mesmo período de 2019, era maior ao que registrado em 2020 – impulsionado pela pandemia de coronavírus. Bolsonaro compartilhou que havia “algo muito ‘estranho’ no ar!” ao comentar sobre uma comparação falsa entre o número de óbitos por doenças respiratórias no estado em 2019 e em 2020. Antes de abrir o story, porém, o seguidor é avisado pela rede social que está prestes a ver uma notícia falsa.

Como os stories desaparecem em 24h, veja a sequência de imagens que o seguidor observa caso queira saber o que foi postado pelo presidente.

(REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)

Os dados, que alegavam ter sido retirados do Portal de Transparência do Registro Civil do estado, tinham sido inseridos sem contexto. De acordo com a Agência Lupa, que realizou a checagem da informação junto ao órgão público, “os números citados no post incluem erroneamente mortes por outras causas, que não têm nenhuma relação com problemas respiratórios”, o que explica o superdimensionamento.

Uma comparação honesta feita com o propósito de ver o impacto da covid-19 no estado, que já registrou 17.599 casos da doença e perdeu 1.189 vidas para ela, veria que o aumento de óbitos por doenças respiratórias foi de 2.808 vítimas em 2019 para 3.217 em 2020. “Ou seja, houve aumento de pelo menos 409 casos no estado, o que equivale a um acréscimo de 14,5% em relação ao registrado no ano passado.”, informou a Agência Lupa.

Fonte: Carta Capital


Desenvolvido por Porttal Webdesign

Topo