Rotatividade e desigualdade salarial nos bancos - Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região
Home » Notícias » Rotatividade e desigualdade salarial nos bancos
Em 03/07/2019

Rotatividade e desigualdade salarial nos bancos

Rotatividade e desigualdade salarial nos bancos

A rotatividade é uma velha prática utilizada pelos bancos para permanecer com lucros exorbitantes. As empresas demitem os bancários que ganham mais e contratam novos por salários mais baixos. A remuneração média dos demitidos em maio foi equivalente a R$ 7.148,00, enquanto a dos admitidos correspondeu a R$ 4.737,00. 

Entre janeiro e maio, houve achatamento salarial no setor. Quem foi demitido no período recebia, em média, R$ 6.953,00. Já a remuneração média dos admitidos correspondeu a R$ 4.646,00. 

A desigualdade de gênero persiste nas agências. As mulheres contratadas em maio ganhavam R$ 4.069,00. Já os homens admitidos, R$ 5.340,00. Enquanto a remuneração das demitidas era R$ 5.774,00 em média, 69% do salário médio dos dispensados, R$ 8.382,00.

As bancárias ganhavam, entre janeiro a maio, R$ 3.992,00, o que representa 77% da média dos homens admitidos, R$ 5.205,00. O salário das demitidas era, em média, R$ 5.720,00, valor que equivale a 70% do que recebiam na média os dispensados (R$ 8.139,00).(SBBA)


Desenvolvido por Porttal Webdesign

Topo