Quase 20 milhões podem ficar sem abono salarial - Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região
Home » Notícias » Quase 20 milhões podem ficar sem abono salarial
Em 14/05/2019

Quase 20 milhões podem ficar sem abono salarial

Quase 20 milhões podem ficar sem abono salarial

Quase 20 milhões de pessoas podem ficar sem o abono salarial, caso a reforma da Previdência de Bolsonaro seja aprovada pelo Congresso Nacional. O benefício, uma espécie de 14º salário, é pago aos trabalhadores com carteira assinada que recebem até dois salários (R$ 1,9 mil) por mês.

Dos 46 milhões de brasileiros com carteira assinada, 22,3 milhões têm direito ao abono salarial. Com a mudança nas regras, apenas 2,6 milhões receberiam o beneficio. 

O dinheiro, atualmente no valor de R$ 998,00, é uma boa ajuda aos brasileiros com renda baixa e ajuda milhões a pagarem as contas e sair do vermelho. Mas, para o presidente da República, quem recebe mais de um salário mínimo já ganha demais, portanto, não precisa do benefício.  

Estados
De cara, trabalhadores de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul perderão o abono salarial, porque os cinco estados têm piso mais alto do que o nacional. A mudança escancara mais um ponto da reforma da Previdência que prejudica o mais pobre.(SBBA)


Desenvolvido por Porttal Webdesign

Topo