Na Funcef, pressão para discutir o contencioso - Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região
Home » Notícias » Na Funcef, pressão para discutir o contencioso
Em 07/01/2019

Na Funcef, pressão para discutir o contencioso

Na Funcef, pressão para discutir o contencioso

Como a Caixa ainda não instalou o GT (Grupo de Trabalho) para discutir o contencioso da Funcef, o movimento sindical protocolou ofício, na quinta-feira (03/01), junto à vice-presidência de Gestão de Pessoas do banco para cobrar. 

Agora, os empregados esperam que o vice-presidente Marcos Jacinto procure a presidência da Fundação para que as atividades do grupo sejam iniciadas. Em dezembro, o então presidente da Caixa, Nelson de Souza, determinou a instalação do GT ainda em 2018, mas não deu em nada. 

O principal fator de desequilíbrio nos planos da Funcef é o passivo trabalhista e só faz crescer. Os 17,3% do déficit de R$ 6,9 bilhões acumulados até setembro de 2018 são equivalentes ao provisionamento de R$ 1,2 bilhão para ações de perda provável. O contencioso “oculto” ou parcela de ‘perda possível’  praticamente triplicou nos últimos sete anos e chegou a R$ 17,9 bilhões (15 vezes o valor da provisão). 

fonte SBBA

Desenvolvido por Porttal Webdesign

Topo