Recursos do Sistema S podem ser cortados - Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região
Home » Notícias » Recursos do Sistema S podem ser cortados
Em 19/12/2018

Recursos do Sistema S podem ser cortados

Recursos do Sistema S podem ser cortados

Corte atrás de corte. Este é claramente o lema do governo Bolsonaro. O alvo agora é o Sistema S, que inclui Sesi, Sesc e Senac, comandadas pelas confederações empresariais do país. O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, determinou o corte imediato de metade dos recursos repassados. 

Criado na década de 1940 para promover capacitação de mão de obra, cultura e lazer para o trabalhador, o Sistema S passou a ser administrado pelas federações patronais, que recebem uma espécie de taxa de gestão.

Em 2018, foram repassados R$ 17,1 bilhões, usados para treinamento profissional, assistência social, consultoria, pesquisa e assistência técnica. No ano passado, o valor foi R$ 16,5 bilhões.

A justificativa é de que o mercado pode fazer, de forma competitiva, o que o Sistema S faz. A equipe que vai integrar o novo governo ainda afirma que as atividades com características de bens públicos serão preservadas. Piada. (SBBA)


Desenvolvido por Porttal Webdesign

Topo