Bancos lucram R$ 41 bi, mas desligam 24 mil - Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região
Home » Notícias » Bancos lucram R$ 41 bi, mas desligam 24 mil
Em 29/10/2018

Bancos lucram R$ 41 bi, mas desligam 24 mil

Bancos lucram R$ 41 bi, mas desligam 24 mil

Independentemente do cenário político do Brasil, não há como suportar e permitir que continue a política perversa dos bancos que, quanto mais lucram, mais reduzem os postos de trabalho.

O setor disparadamente mais lucrativo da economia nacional precisa assumir a responsabilidade social que lhe cabe em uma democracia, de contribuir para o bem estar da sociedade.

Apesar do lucro de R$ 41,9 bilhões, as empresas demitiram 24.025 bancários nos nove primeiros meses de 2018, segundo análise feita pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), com base nas informações do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). O que é inconcebível. 

No mesmo período – de janeiro a setembro – os bancos eliminaram 22.284 vagas, restando um saldo negativo de 1.741 postos em todo o país.
A preferência na hora de contratar é por pessoas mais novas. A concentração de admissões se dá nas faixas etárias até 29 anos (67,8%), em especial entre 18 e 24 anos (40,8%). Ao todo, foram criadas 8.526 vagas com este perfil. 

O saldo é negativo quando se trata das pessoas acima de 30 anos. Foram 10.267 postos eliminados. Destaque também para a faixa de 50 a 64 anos, com fechamento de 4.920 postos.

Diante dos dados e da farra do sistema financeiro que, apesar de lucrativo, não tem qualquer responsabilidade social, o novo governo tem de ter o compromisso de estancar essa sangria. Chega de demissões. (SBBA)


Desenvolvido por Porttal Webdesign

Topo