Cidadão vive cada dia mais apertado no Brasil - Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região
Home » Notícias » Cidadão vive cada dia mais apertado no Brasil
Em 05/07/2018

Cidadão vive cada dia mais apertado no Brasil

Cidadão vive cada dia mais apertado no Brasil

Para viver no Brasil, é preciso se rebolar. Com o custo de vida elevado e o achatamento da renda familiar, o brasileiro está recorrendo mais ao cheque especial - aquele dinheiro que está na conta, mas não pertence ao correntista. Pior, não consegue um alívio para sair da bola de neve e desconhece as taxas abusivas cobradas pelos bancos.

Pesquisa do SPC Brasil e da CNDL (Confederação de Dirigentes Lojistas) mostra que 46% das pessoas têm o hábito de usar o limite do cheque especial todos os meses. Outros 20% a cada dois ou três meses.

Ninguém está livre das consequências da crise institucional e da política de austeridade imposta pelo governo Temer e os dados comprovam. As classes A e B foram as que mais recorreram à modalidade no período de 12 meses. Representam 29% do total.

Segundo a pesquisa, o dinheiro é utilizado para cobrir gastos não planejados, como medicamentos com doenças, e ainda quitar dívidas atrasadas ou fazer manutenção do veículo.

Sobre as taxas abusivas cobradas pelos bancos para quem usa o limite do cheque especial, a maioria (63%) desconhece. A modalidade é a que mais pesa no bolso de quem recorre ao empréstimo, absurdos 311,9% ao ano. Portanto, é bom fugir, pois sair da bola de neve não é nada fácil. (SBBA)


Desenvolvido por Porttal Webdesign

Topo