Agricultores iniciam greve de fome contra reforma da Previdência - Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região
Home » Notícias » Agricultores iniciam greve de fome contra reforma da Previdência
Em 06/12/2017

Agricultores iniciam greve de fome contra reforma da Previdência

Mídia Ninja
Agricultores integrantes do MAP em greve de fome. Frei Sérgio (à direita) fez 17 dias de greve em 1997 reivindicando políticas públicas para pequenos agricultoresAgricultores integrantes do MAP em greve de fome. Frei Sérgio (à direita) fez 17 dias de greve em 1997 reivindicando políticas públicas para pequenos agricultores

“Nem a aparente retirada dos rurais da Reforma Previdenciária nos fará retroceder a luta, essa é uma Luta de Classe. Se nossos irmãos e irmãs urbanos serão atingidos também seremos, vamos nos manter firmes para barrar esses retrocessos”, apontou Bruno Pilon, do MPA. 

Parceiro histórico do MPA, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MBA) divulgou nota nesta terça apoiando a greve de fome.  De acordo com a nota da entidade a aprovação da reforma da Previdência "fará realmente a fome e a miséria voltarem à realidade do nosso país".  O Mab também reafirmou o apoio a todas as formas de protesto e denúncia contra a violação do direito do trabalhador brasileiro à aposetnadoria.

Em 2017 completam-se 20 anos da greve de fome de 17 dias feita pelo militante do MPA, Frei Sérgio Görgen, que também está na greve de fome na Câmara. "O jejum de 17 dias em 1997 foi fundamental para a conquista de uma política de crédito agrícola para os camponeses e camponesas do país", destacou a nota do MAB. 

Nesta quarta-feira as capitais brasileiras registraram atos públicos, marchas e paralisações contra a reforma da Previdência que Michel Temer pretende levar para votação em plenária ainda neste ano. Na sexta-feira (8) as centrais sindicais se reúnem para debater nova agenda de mobilização contra a proposta.








Do Portal Vermelho com informações do MAP e MAB



Desenvolvido por Porttal Webdesign

Topo