Mulheres marcham pela legalização do aborto na América Latina - Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região
Home » Notícias » Mulheres marcham pela legalização do aborto na América Latina
Em 29/09/2017

Mulheres marcham pela legalização do aborto na América Latina


A data foi estabelecida há duas décadas, durante o 5º Encontro Feminista Latino-Americano e Caribenho. Desde então as ativistas feministas agem de forma coordenada para exigir dos governos locais a despenalização do aborto. 

Estudos mostram que o aborto clandestino é a primeira causa de mortalidade de mulheres em muitos países da América Latina. No Uruguai, único lugar onde a prática é garantida pelo Estado, o número de interrupções de gravidez diminuiu desde que a nova legislação foi aprovada. 

O movimento em defesa da legalização ou despenalização do aborto busca garantir o direito das mulheres de interromper a gravidez caso seja necessário sem que, para isso, precisem enfrentar a justiça. Afinal, trata-se de um momento frágil para a mulher que precisa tomar tal decisão. 

Segundo estatística da OMS (Organização Mundial da Saúde), a cada sete nascimentos, um é um aborto são praticados 55 mil abortos ilegais por dia.
 

Do Portal Vermelho, com Telesur



Desenvolvido por Porttal Webdesign

Topo