Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região - artigo_id:16868
  • »
Em 15/04/2020

Maia diz que governo Bolsonaro quer criar conflito político federativo

Maia diz que governo Bolsonaro quer criar conflito político federativo O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que a contraproposta de R$ 22 bilhões apresentada pelo governo Bolsonaro como alternativa ao projeto aprovado na Câmara dos Deputados, de ajuda a estados e municípios, é uma forma de criar um conflito político federativo.


Em coletiva nesta terça-feira (14), Maia afirmou que as regras aprovadas na Câmara são as melhores e têm o apoio de governadores de todas as regiões.

Para compensar uma queda de arrecadação de ICMS e ISS entre 30% e 40%, por causa da pandemia do coronavírus, a Câmara aprovou uma ajuda de receita este ano (abril a setembro) que pode alcançar R$ 80 bilhões.

Em relação a contraproposta, Maia deu a entender que o presidente Bolsonaro alimenta uma divergência política com os governadores, sobretudo do Sudeste.

“O governo quer cria um conflito político federativo que deveria ser deixado para outro ano. As eleições nacionais acontecerão em 2022. É lá que nós devemos fazer a disputa política e eleitoral”, criticou.

Ao analisar a contraproposta, que deve ser enviada ao Congresso em forma de medida provisória, ele diz que de concreto são R$ 22bilhões ao invés dos R$ 77 bi anunciado pela equipe econômica.

“Vamos falar a verdade. O governo está propondo R$ 22 bi, o resto foram coisas que aconteceram no passado e não podem estar inclusos no debate”, explicou.

Recurso insuficiente

O presidente da Câmara diz que a contraproposta não ajuda os estados e nem os municípios. Com base na arrecadação do ano passado, ele apresentou cálculos de R$ 36 bilhões para recompor três meses de ICMS e R$ 5 bi de ISS.

Fonte: Portal Vermelho


Desenvolvido por Porttal Webdesign

Topo